SECRETÁRIA

Patty Ferreira

Contato: 

11 4057-7418

SEDET EM DESTAQUE

Diadema terá nova política de incentivos fiscais para impulsionar economia local
Diadema lança edital de incubação de coletivos
Diadema já criou mais de 1.800 empregos em 2022

A Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Trabalho de Diadema convidou uma série de empresas ligadas ao Polo de Cosméticos para conhecer, nesta quinta (31), novas fontes de investimentos abertas pela UNIFESP e a EMBRAPII, a Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial. Serão mais de R$ 2 milhões a serem utilizados no financiamento compartilhado de projetos dentro da cadeia de produção de cosméticos, com ênfase na Química Verde, que visa desenvolver metodologias e processos com o menor impacto possível ao meio ambiente.

“Eu tenho certeza que essa parceria vai se fortificar,” afirmou Patty Ferreira, secretária de Desenvolvimento Econômico e Trabalho. “O trabalho que fazemos, enquanto governo, é o de construir essas pontes entre empresas, indústrias, universidades, e cada vez mais colocar esses atores para conversar. A UNIFESP tem esse edital aberto, nos chamou para ajudar a reunir as empresas que poderiam se beneficiar deste financiamento sem descuidar do meio ambiente e aqui estamos.”

Os projetos têm como objetivo resolver problemas da indústria de cosméticos, utilizando os alunos e laboratórios da UNIFESP e com parte da verba fornecida pela EMBRAPII. “Nós entramos com 33% a 50% do valor total, cabendo às empresas credenciadas a contrapartida financeira e a UNIFESP a contrapartida econômica nos projetos contratados,” explicou Maurício Pinheiro, da EMBRAPII.

“As pesquisas podem ser feitas em nossos laboratórios, como projetos de finalização de curso ou de pós-graduação de nossos alunos, e isso dá às empresas de Diadema acesso a equipamentos de ponta e recursos humanos para a condução desses projetos, por uma fração do custo que teriam se fossem fazer todo o desenvolvimento sozinhas,” pontuou a professora Susan Pantaroto, coordenadora da Câmara de Pós-graduação e Pesquisa do Instituto de Ciências Ambientais, Químicas e Farmacêuticas da UNIFESP. “E estamos muito bem equipadas para isso.”

Para o professor de Química Ambiental da UNIFESP Raúl Hernández, esse edital é uma grande oportunidade de se criar um Centro de Inovação e Desenvolvimento em Química Verde em Diadema. “Trata-se de estimular a sinergia entre as comunidades científico-acadêmicas, empresarial e governamental do ABCD, capaz de aprimorar políticas públicas que beneficiem a cadeia produtiva de cosméticos e seus desdobramentos socioeconômicos e ambientais,” afirmou.

“É isso,” finalizou Patty. “Quando a gente une as forças, a carga diminui pra todo mundo. Quando a gente senta pra conversar e abre a escuta, as coisas acontecem.”

Os recursos já estão disponíveis, só no aguardo de empresas interessadas. O edital ficará aberto até abril de 2023 e pode ser encontrado aqui: https://cim.unifesp.br/images/editais/10_2020_empresas.pdf