Tamanho do Texto

Por: Marcos Luiz                Fotos: Divulgação PMD

Com aprovação de  72% junto à população, segundo pesquisa da Prefeitura de Diadema, o Programa Mãos à Obra tem como objetivo revitalizar os principais espaços públicos da cidade como ruas, praças, avenidas e outros. Criado no início deste ano, o Programa já passou por todos os bairros. Nesse mês natalino e de aniversário da cidade, as equipes estão cuidando dos centros comerciais de Piraporinha, Serraria, Eldorado e região central.

“Não é um programa para construir prédios e viadutos. O Mãos à Obra é para executar serviços simples importantes e de curto prazo, como poda, limpeza de boca de lobo, tapa buraco, pintura de faixa de pedestre etc”, explica o secretário de Planejamento e Gestão de Diadema, Francisco Rocha. “Se comparada aos anos anteriores, a cidade está mais limpa, organizada e bonita. Isso é um presente especial de aniversário para Diadema. Acreditamos que a população, a cada dia, vá contribuindo para manter essa qualidade”, finaliza.

O plano da Secretaria Municipal de Planejamento e Gestão, para o ano que vem, é ampliar o programa. “Queremos que nossas equipes cheguem também aos prédios públicos municipais de saúde, cultura, esporte e de assistência social, assim como fizemos nas escolas nesse primeiro ano”, explicou o secretário Francisco Rocha.

Serviços

Coordenado pela Secretaria de Planejamento e Gestão Pública de Diadema, o Programa Mãos à Obra, que começou em março, envolve todas as secretarias municipais. Depois de começar pela região central da cidade, percorreu os outros 11 bairros, ao longo desse ano. Em cada região, as equipes de serviço permaneceram cerca de três semanas.

Pelos bairros por onde passou, o Programa Mãos à Obra executou serviços de tapa buraco, limpeza de boca de lobo (água de chuva), troca de lâmpadas, remoção de entulhos e bagulhos, pintura de guias, sinalização de trânsito, poda de árvore, capinação, roçada, reparos em abrigos de ponto de ônibus, notificação de veículos abandonados e outros.

A prioridade do Programa é atender ruas, praças e avenidas com grande fluxo de pessoas, geralmente próximos às escolas e creches, unidades de saúde, quadras e campos de futebol, centros culturais e outros. Vale ressaltar que durante o período em que o programa está em determinada região, a Prefeitura continua cuidando da manutenção geral dos demais bairros da cidade, simultaneamente.

Com o auxílio da Secretaria de Gestão de Pessoas, o Mãos à Obra contratou, no começo do ano, 100 novos trabalhadores da Frente de Trabalho, que tem como finalidade dar oportunidade de emprego para candidatos em situação de risco social.

“Eu quero fazer um agradecimento especial a equipe da Frente de Trabalho, que realizou um ótimo serviço durante as 11 etapas em que o programa percorreu todos os bairros da cidade. Estamos trabalhando diariamente para manter a cidade limpa e agradecemos a todos que estão contribuindo para construir uma Diadema cada dia melhor. Em 2018 o programa continua”, comentou o prefeito de Diadema, Lauro Michels. 

Meio Ambiente

Nesse primeiro ano de trabalho, a participação da Secretaria de Meio Ambiente no Programa Mãos à Obra foi intensa. Até agora, já são cerca de 180.000 m² de área roçada e 1.500 serviços de poda de árvore.

“Todos os equipamentos públicos, assim como as principais ruas e avenidas receberam a poda e a roçada. Em muitos equipamentos que fizemos a poda, por exemplo, há anos não recebiam esse tipo de serviço”, explica Tatiana Capel, secretária de Meio Ambiente. “A cidade foi ficando mais limpa, mais cuidada e mais bonita por onde o programa passava. Aos poucos as pessoas começaram a reconhecer o programa e a perguntar quando passaria pelo seu bairro”.

Na opinião da secretária, o embelezamento da cidade é importante para que o morador admire e passe a cuidar melhor do município. “Para isso, os serviços de poda, roçada e paisagismo têm um papel fundamental nessa zeladoria porque pode transformar um espaço, abrir uma paisagem escondida e dar vida e uso a locais esquecidos ou abandonados na cidade”.

Transportes

Os resultados do Mãos à Obra, na área do Transportes, já totalizam mais de 2.000 m² de sinalização horizontal de trânsito, entre outros. Para o secretário municipal de Transportes, José Carlos Gonçalves, a aprovação do Programa Mão à Obra pelos moradores aumenta a motivação. “Esse programa não pode estacionar. No próximo ano, queremos ampliar o atendimento para mais ruas. No que se refere à área de Transportes, já melhoramos muito a sinalização viária porque juntamos nossa equipe com a do Mãos à Obra. O resultado direto da melhoria desses serviços é que Diadema ganha um trânsito com mais fluidez, segurança e educação”, explicou José Carlos.

Serviços e Obras

Para garantir as ruas limpas, sem entulhos e bagulhos, o Programa Mãos à Obra mantém com a Secretaria de Serviços e Obras (SSO), uma de suas principais parcerias de trabalho. Pela cooperação com o Programa Cara Limpa, da SSO, já foram totalizadas mais de 300 toneladas desses resíduos. Também foram realizados cerca de 600 serviços de tapa buraco, 800 limpezas de boca de lobo, capinação de 220 mil metros e pintura de 200 mil metros de guias, até o momento.

Segundo o secretário municipal de Serviços e Obras (SSO), José Marcelo Ferreira Marques, a pasta faz um enorme investimento para manter a cidade limpa. “A cada bairro em que o Programa Mãos à Obra passava, melhorava a cidade e também a integração das nossas equipes de trabalho. Com isso, pudemos contribuir oferecendo toda a nossa estrutura e experiência em serviços de manutenção e limpeza”, explicou. “No que se refere à limpeza da cidade, a Prefeitura está fazendo a parte dela, oferecemos o Cara Limpa, que faz recolhimento de entulho porta a porta, e mais 10 ecopontos para recebimento desses resíduos. Por isso, esperamos que todos colaborem para manter a cidade limpa”, disse José Marcelo.

Escolas

A satisfação com o Programa Mãos à Obra não é apenas da população em geral. Nesse primeiro ano de trabalho, as equipes também contribuíram com a manutenção de algumas escolas municipais. É o caso da Escola Municipal de Educação Básica (EMEB) Lázara Silveira Pacheco, no Jardim Campanário, que atende, em período integral, crianças de até três anos de idade.  No local, ocorreu o evento de encerramento desse primeiro ano de programa.

Para a vice-diretora, Elisandra Cristina dos Santos Galo, os trabalhadores do Programa Mãos à Obra realizaram pequenos reparos, mas geraram grandes alegrias. “As crianças ficaram muito agradecidas e felizes porque foi revitalizado com pinturas e consertos o parque infantil”, contou. Na escola, também foram realizadas capinação, roçada e outros reparos. “A entrada ganhou melhorias como retoques no piso, sinalização de trânsito e outros”, finaliza Elisandra.

Encerramentos

A cada bairro visitado, o Mãos à Obra promove um evento festivo de encerramento no qual são oferecidos, gratuitamente, à população diversos serviços de utilidade pública nas áreas de saúde, educação, segurança pública, assistência social e judiciária, segurança alimentar e nutricional, meio ambiente, além de corte de cabelo, manicure e outros. Também foram oferecidas atividades esportivas, culturais e de lazer para todas as faixas de idade.

Totalizados os nove primeiros bairros, as áreas que mais prestaram atendimentos ao público foram a Saúde (3.221), Meio Ambiente (2.113), Fundação Florestan Fernandes (1.727), Defesa  Social (379) e a Segurança Alimentar (347).

 Hotsite

Para divulgação do programa Mãos à Obra, a Comunicação da Prefeitura criou um hotsite com as principais informações. Acessando www.diadema.sp.gov.br/maosaobra, o munícipe fica por dentro do calendário e quais os serviços oferecidos. No local, também são divulgados os balanços estatísticos e algumas fotografias dos locais, antes e depois da execução dos serviços.

 

Dezembro 2017
Do Se Te Qu Qu Se
26 27 28 29 30 1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
31 1 2 3 4 5 6