Tamanho do Texto

 

Texto e Foto: Marcos Luiz  

Você sabe o que é ecoponto? É com essa pergunta que a equipe de Educação Ambiental da Prefeitura de Diadema está, de porta em porta, visitando os moradores da cidade para divulgar os dez ecopontos municipais. A ação, que é realizada sempre às segundas-feiras, ocorreu ontem, 13/11, nas ruas do bairro Eldorado, que agora conta com o Ecoponto Arraia, recentemente inaugurado. A cada abordagem, os educadores deixam um folheto explicativo no qual constam todos os depósitos com seus horários e normas de funcionamento.

Segundo a secretária de Meio Ambiente de Diadema, Tatiana Capel, o trabalho de divulgação porta a porta, já produz bons efeitos. “O ecoponto “Rufino”, por exemplo, que já teve vizinhança visitada por nossa equipe de Educação Ambiental, foi o que mais recebeu resíduos, no mês passado”, disse.

Ainda de acordo com a secretária, como a destinação correta de resíduos é fundamental para a preservação da qualidade ambiental das cidades, a pasta priorizou a ação educativa no bairro Eldorado, que é Área de Proteção e Recuperação de Manancial, próximo à Represa Billings, porque foi a região que mais gerou entulho esse ano (quase 1.300 toneladas). “Uma vez que a população do Eldorado conheça e utilize o Ecoponto Arraia, para fazer a destinação correta de seus resíduos, a população vai colaborar com o poder público na limpeza e preservação daquela importante região”, explicou Tatiana Capel.

Na opinião do coordenador de Educação Ambiental da Secretaria de Meio Ambiente de Diadema, Sandro Santana, a população da cidade não está habituada com ecopontos. “Quando conversamos com os moradores, muitos dizem que já ouviram falar de ecoponto, mas não sabem onde ficam nem qual é a função deles. Esse é nosso papel, informar quais os serviços ambientais que o município oferece à população. Afinal, quando o cidadão destina corretamente seus resíduos sem prejudicar o meio ambiente contribui para tornar a cidade mais saudável”, explica Sandro.

Para a aposentada Maria das Graças Teodoro, que mora no bairro Eldorado há 55 anos, as calçadas e outros espaços públicos não são lugares para lixo e entulho. “Cidade suja causa doenças. Eu fico triste quando a nossa cidade se acaba na sujeira. Vou levar alguns folhetos a mais para distribuir também para meus vizinhos”, disse.

Uma cidade cada vez mais limpa é o desejo de Wilson Alves Oliveira, de 58 anos. Ele é vendedor de lanches e também concorda com os educadores ambientais sobre a necessidade de investir em informação e educação. Morador do bairro Serraria, ele se queixa que muitos moradores despejam lixo no canteiro da avenida Rotary. Segundo ele, a Prefeitura limpa o local e ainda oferece caçambas, mas a falta de educação prejudica a conscientização e colaboração. “Usar um ecoponto para manter a cidade limpa é garantir um futuro melhor para nossos filhos e netos”, explicou Wilson.

Ecopontos

Os ecopontos são depósitos construídos pela Prefeitura de Diadema para receber, gratuitamente, pequenas quantidades de entulhos da construção civil, ou seja, até 1m³ (15 a 20 sacos) por dia. Também são aceitos resíduos volumosos (bagulhos) como sofá, armário, colchão, madeiras etc.

Materiais recicláveis (vidro, papel, plástico e metal) são benvindos, pois são encaminhados às associações de catadores da cidade. Nos ecopontos é proibido depositar lixo orgânico residencial/domiciliar, além de resíduos industriais e de serviços de saúde (hospitalar).

Para quantidades maiores que as determinadas, o morador deve contratar caçambas particulares, cujas empresas cadastradas na Prefeitura constam no site do Programa Cara Limpa: www.diadema.sp.gov.br/caralimpa . Informações e denúncias envolvendo questões de limpeza urbana, basta ligar 0800-7705559.

Investimento

De acordo com a Secretaria de Serviços e Obras, a Prefeitura investiu R$ 1,1 milhão, do orçamento municipal, na construção de seis novos ecopontos, todos já inaugurados: Rufino, Naval, Arraia, Yamagata, Nações e Marginal “Z”. Agora, a cidade totaliza 10 ecopontos municipais. O investimento já está produzindo bons resultados, pois a população está levando aos ecopontos, por mês, cerca de 1.000 toneladas de resíduos, principalmente entulho e bagulho. Isso tem contribuído para que a cidade fique mais limpa e conservada.

Por ano, o governo municipal tem investido cerca de R$ 40 milhões, para manter toda a limpeza urbana da cidade: coleta, transporte e destinação final dos resíduos para o Aterro Sanitário da Lara, em Mauá. Nesse montante, está incluído o Programa Cara Limpa, que recolhe, porta a porta, entulhos e bagulhos, nos 12 bairros de Diadema.

Só esse ano, o programa recolheu quase 8.500 toneladas cujo transporte exigiu mais de 1.700 viagens de caminhão. Os bairros que mais geraram resíduos, Eldorado e Taboão, respectivamente, 1.422 e 1.140 toneladas, foram contemplados com um ecoponto, em cada um deles.

ECOPONTOS

1 – ARCO-ÍRIS (em parceria com a Ecovias)

Rua Mozart, s/nº - Jardim Arco-Íris (próximo à Rodovia dos Imigrantes)

segunda a sexta, das 8h às 17h

não abre aos sábados, domingos e feriados

 

2 - ARRAIA

Rua Arraia, 50 - Eldorado

segundas: 12h às 16h30; terça a sábado: 8h às 12h e das 13h às 16h30;

não abre aos domingos e feriados

 

3 - CANHEMA

Rua Yamagata c/ rua Osaka - Jd. Canhema

segundas: 12h às 16h30; terça a sábado: 8h às 12h e das 13h às 16h30;

não abre aos domingos e feriados

 

4 - CARACAS

Rua Caracas nº 120 – Centro (atrás dos Bombeiros)

segunda a sexta, das 8h às 17h

não abre aos sábados, domingos e feriados

 

5 - DLU

Av. Pirâmide nº 844 - Jardim Inamar

segunda a sexta, das 8h às 17h

não abre aos sábados, domingos e feriados

 

6 – MARGINAL “Z”

Av. Daniel José de Carvalho, 330 – Parque Real

segundas: 12h às 16h30; terça a sábado: 8h às 12h e das 13h às 16h30;

não abre aos domingos e feriados

 

7 - NAÇÕES

Rua Espanha c/ Av. Dom João VI

segundas: 12h às 16h30; terça a sábado: 8h às 12h e das 13h às 16h30;

não abre aos domingos e feriados

 

8 - NAVAL

Av. Corredor ABD c/ rua Beira Rio (Núcleo Naval) – Vila São José;

segundas: 12h às 16h30; terça a sábado: 8h às 12h e das 13h às 16h30;

não abre aos domingos e feriados

 

9 – NOVA CONQUISTA

Trav. ETCD nº 210 - Vila Nova Conquista

segunda a sexta, das 8h às 17h

não abre aos sábados, domingos e feriados

 

10 - RUFINO

Estrada do Rufino nº 1059 - Serraria

segundas: 12h às 16h30; terça a sábado: 8h às 12h e das 13h às 16h30;

não abre aos domingos e feriados

 

Novembro 2017
Do Se Te Qu Qu Se
29 30 31 1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30 1 2