Tamanho do Texto

 Por Heitor Bisi   -   Foto: Thiago Benedetti

 O 24º Batalhão de Polícia Militar Metropolitano de Diadema realizou nesta quarta-feira, 15, a Operação Força Metropolitana. A ação contou com apoio da Policia Civil (Seccional de policia de Diadema), Guarda Civil Municipal (GCM), dois pelotões de ROTA (Ronda Ostensivas Tobias de Aguiar) e o efetivo do 24º BPM/M com policiais militares do Patrulhamento de Força Tática e ROCAM (Ronda Ostensiva com Apoio de Motocicletas), além de policiais militares do serviço administrativo e da Dejem (Diária Especial por Jornada Extraordinária de Trabalho Policial Militar) vespertina.

O início das ações de combate à violência contou com as presenças do prefeito Lauro Michels, do secretário de Defesa Social, coronel Marcel Soffner e do comandante do Policiamento de Área Metropolitana 6 – CPA/M-6 (Grande ABC), coronel Marcelo Cortez Ramos de Paula. “Eu fico feliz em receber esta operação coordenada pela primeira vez em Diadema. A GCM está à disposição das forças policiais e vai continuar realizando este trabalho em conjunto no combate à criminalidade”, comentou Lauro Michels.  “O objetivo da operação conjunta é marcar a presença das forças policiais nas ruas e aumentar a percepção de segurança aos munícipes de Diadema”, afirma Soffner.

O policiamento é realizado onde as estatísticas apontam maiores incidências criminais em relação aos delitos de roubo e furto de veículos. “A Operação Força Metropolitana é uma ação coordenada da PM com apoio das demais policias. Estamos concentrando esforços em busca de melhores resultados do nosso trabalho e mais segurança para Diadema”, disse Soffner.
Na Praça da Moça aconteceu a revista da tropa que faria o patrulhamento pela cidade. Em seguida as equipes foram direcionadas para as ações de intensificação de policiamento, bloqueios, saturação (combate intensivo a criminosos), pinçamento (retirada de criminosos das ruas) e pontos de visibilidade (viaturas estacionadas nas principais vias do município e em pontos pré-determinados pelos índices de violência).

Observatório Municipal de Segurança

O Observatório Municipal de Segurança, que faz parte da Secretaria de Defesa Social de Diadema, é o responsável pelo mapeamento das ocorrências, ao coletar os Boletins de Ocorrência (B.O.s) dos quatro Distritos Policiais do município. “O Observatório atua em conjunto com os dados coletados pelas Polícias Militar e Civil, realizando um cruzamento dos tipos de crime. O levantamento permite conhecer quais bairros e/ou locais que apresentam mais casos. Os números dão precisão ao combate da criminalidade”, afirma o comandante da GCM, José Cícero de Sousa.

Boletim de Ocorrência

Outra ação importante que auxilia o trabalho de inteligência das forças de segurança é registrar o Boletim de Ocorrência para todos os tipos de crimes (furtos, roubos etc.). O registro dos crimes auxilia o trabalho da Guarda Civil Municipal (GCM), pois o Observatório de Segurança Municipal coleta os dados dos B.O.s dos quatro distritos policiais de Diadema.


Delegacia Eletrônica

Outro modo de registrar o Boletim de Ocorrência é por meio digital. A Delegacia Eletrônica de Polícia Civil do Estado de São Paulo foi criada em 04 de fevereiro de 2000 e destina-se ao registro de alguns tipos de boletins de ocorrência criminal pela internet, por meio do site da Secretaria de Segurança Pública do Governo do Estado (http://www.ssp.gov.br/nbo).  
As ocorrências que podem ser registradas pela Delegacia Eletrônica são: desaparecimento de pessoa; roubo/furto de veículo; ameaça; roubos em que não haja danos e/ou vítima de lesão corporal e morte; furto ou perda de documentos; furto ou perda de celular; furto ou perda de placa de veículo; encontro de pessoa desaparecida; injúria, calúnia ou difamação; e casos de acidente de trânsito.

Agosto 2017
Do Se Te Qu Qu Se
30 31 1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30 31 1 2